PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CONJUNTO CEARÁ

PASTORAL DA ESPERANÇA

 


 

 Maria Alexandre Marques

             Pastoral da Esperança

             8777.1011

 

Objetivo da Pastoral da Esperança: “Ser presença de vida e esperança aos enfermos, idosos e suas famílias, testemunhando e anunciando Jesus de Nazaré”.

 

 

 

 

“NADA SOU, NADA TENHO, NADA POSSO, MAS, TUDO SOU

TUDO TENHO E TUDO POSSO PELA MISERICÓRDIA DE DEUS”.

  1. Histórico

Idéia inicial: Festa da Padroeira de 1995 (Pe. Almir)

Criação: 06/01/1996 – 1ª Reunião

Visitas: Pessoas Enfermas e Enlutadas – Em duplas

Criação da Missa com os Enfermos: Em 03/01/1997 pelo Pe. Ivan

 Participantes: Inicial – 12 pessoas

                      Hoje – 28 pessoas

 Momentos Fortes:

    • Missa com os enfermos
    • Semana da Saúde
    • Visitas ao Hospital N. Sra. da Conceição
    • Quiropraxia (atendimento dos médicos americanos)
    • Participação nas Festas da Padroeira e Capelas
  1. Justificativa
    • A Pastoral da Esperança foi criada porque são muitos os doentes, pobres e enlutados de nossa Paróquia em situação de miséria, de abandono e sofrimento necessitados da presença da Igreja em sua casa.
    • Os doentes em fase terminal carecem de pessoas disponíveis para visitas freqüentes,
    • De apoio, solidariedade, compaixão e esperança;
    • A Pastoral da Esperança vem se unir e completar o MESC.
  1. Objetivos
    • Gerais: Ser uma presença de Vida e Esperança aos Enfermos e suas famílias testemunhando e anunciando Jesus de Nazaré.
    • Específicos: Acompanhar os doentes, especialmente os abandonados, carentes e em fase termina;
    • Ser uma presença forte, animadora, de fé e esperança às famílias dos enfermos e também após o falecimento de alguém;
    • Estimular e expressar os sentimentos de Jesus: de Amor, de Solidariedade, compaixão e misericórdia diante da dor dos irmãos e irmãs;
    • Irradiar a presença libertadora de Jesus que convida à luta pela vida;
    • Investir na formação dos Membros da Pastoral.
  1. Organização e Programação:

·         Reunião – 1ª Quinta-feira do Mês as 17:30h no Salão Paroquial

·         Visitar aos doentes e enlutados em grupos (duas pessoas0

·         Distribuição das pessoas por Unidades de Vizinhança

·         Fazer o mapeamento das pessoas da Pastoral e dos doentes da Comunidade.

·         Continuar a Missa com os Enfermos ( de dois em dois meses)

·         Participação das Festas: Padroeira e Capelas

·         Acompanhar os Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão

·         Realizar dois retiros

·         Participação nas Celebrações Eucarística toda Terça-feira

  1. Método
    • VER – Procurando descobrir a realidade dos doentes, dos abandonados, dos necessitados e enlutados, percebendo assim o clamor dos que sofrem
    • JULGAR – Buscando fundamento e resposta na Palavra de Deus, nos estudos e reflexões em grupo (valores do Evangelho)
    • AGIR – Concretizando a partir dos apelos da realidade comunitária e dos desafios do Evangelho

Nas reuniões e visitas queremos fazer uso do diálogo, da abertura, da criatividade, do respeito, da compreensão que favoreça a relação com as pessoas e a integração com outras pastorais e grupos.

  1. Desafios
    • Buscar o método que ajude os membros das pastorais melhorar a comunicação e a se sentirem mais livres e felizes
    • Atingir e atender o grande número de doentes que estão no anonimato, reservados em suas casas, ou até abandonados
    • Fazer um mapeamento dos doentes e das pessoas disponíveis da Pastoral da Esperança para uma distribuição equilibrada
    • Buscar novas pessoas para assumir a missão junto aos enfermos.
    • Garantir a formação dos Membros da Pastoral da Esperança para que mantenha o ânimo, o compromisso e o entusiasmo pela causa assumida.
  2. Espiritualidade
    • Baseado em Jesus que nos convida à defesa e à luta pela vida dos irmãos sofredores assumindo as mesmas atitudes Dele: amor intenso e gratuito, bondade, misericórdia, libertação, compaixão, esperança, confiança, respeito e compromisso com o irmão.

      8. Assessoria

·          Padre Luiz Alberto

      9. Convite

·         AMAR os enfermos com AMOR de MÃE.

O mundo da saúde precisa de pessoas que estejam dispostas a cuidar dos doentes com amor e a ensinar como fazê-lo.

Se você, acredita que a dor e o sofrimento dos doentes podem ser amenizados com a sua presença, venha fazer parte da PASTORAL DA ESPERANÇA.

 

 

PÁGINA INICIAL   -  VOLTAR

Copyright © Junho 2009  todos os direitos reservados.